28.07

Na tarde desta segunda-feira, 26, o site TMZ anunciou que Sophie deu à luz uma menina no dia 22 de Julho, quarta-feira.

Segundo fontes, a mais nova bebê da família Jonas nasceu em um hospital em Los Angeles. Os representantes de Sophie e Joe disseram “Sophie Turner e Joe Jonas tem o prazer de anunciar o nascimento de seu bebê” mas não deram mais informações.

O TMZ também descobriu que o nome escolhido para a mais nova garotinha Jonas foi Willa.

E aí? Acham que veremos alguma foto publicada oficialmente pelo casal? Esperamos ansionamente por mais detalhes.


02.06
Black Lives Matter – Como Podemos Ajudar?

Publicado por Biah Frazão

O movimento ativista internacional Black Lives Matter (Vidas Negras Importam) teve origem na comunidade Afro-americana que luta contra a violência direcionada as pessoas negras. BLM regularmente organiza protestos em torno da morte de negros causada por policiais e questões mais amplas de discriminação racial, brutalidade policial e a desigualdade racial no sistema de justiça criminal dos Estados Unidos.

Não se pode ser apolítico ou neutro em situações de opressão: Ou você luta contra ou você se torna o opressor. O silêncio é uma das formas de violência nesse caso.

João Pedro, de apenas 14 anos, foi morto dentro de casa. Foram mais de 70 tiros em direção à residência. Os familiares acreditam que a polícia viu jovens negros correndo para uma casa grande e com piscina e assumiram que era uma casa de bandidos. Os policiais invadiram, jogaram bomba de gás e continuaram atirando, mesmo com os meninos deitados no chão e avisando sobre a presença de criança. João foi atingido pelas costas.

George Floyd foi assassinado por um policial de Minneapolis. Floyd foi algemado, contido e completamente cooperativo quando tudo isso aconteceu. O policial apoiou o joelho no pescoço de George, sufocando-o por minutos a minutos, enquanto George gritava que ele não conseguia respirar. Os espectadores imploraram para que o policial tirasse o joelho do pescoço de George, mas o policial fingiu não ouvir e continuou a sufocá-lo.

Se você não pode participar ativamente dos atos e manifestações, use seu privilégio para outras coisas:

• Dê RT nos tweets com as tags #VidasNegrasImportam, #VidasNasFavelasImportam e #BlackLivesMatter.
• Divulgue os atos ANTIFA e anti racistas nas suas redes sociais.
• Assine petições.
• Doe.
• DENUNCIE E SE MANIFESTE contra QUALQUER ato racista/fascista.

Não seja neutro, não fique na dúvida entre se posicionar ou não, pois ao se isentar você corrobora com o opressor silenciando a causa. Não se esqueça, se você é branco, o seu lugar é de apoiador não é momento de palco; não espere parabéns e não faça disso um momento seu.

Uma contribuição importante é se reeducar em relação ao seu vocabulário (exemplos), prestando atenção em expressões racistas e influenciando amigos e familiares a fazerem o mesmo.

Confira os links abaixo para contribuir e acesse ao site do BLM para mais informações:

Estaremos atualizando nosso site com mais links, caso você tenha algum não hesite em enviar para nossas redes sociais. Não vamos nos calar!


Sophie Turner interpreta Jane, uma jovem adulta que sofre de TEPT (Transtorno de Estresse Pós-Traumático) e ideação suicida, na sua nova série Survive. Ela estava prestes a acabar com a sua vida no avião de volta para casa, quando um acidente acontece e ela acaba sendo uma das sobreviventes da queda nas montanhas congelantes junto com um outro passageiro, Paul (Corey Hawkins).

O filme/série foi lançado no dia 6 de abril na nova plataforma de streaming Quibi. Cada episódio tem duração máxima de dez minutos, sendo assim uma forma rápida de entretenimento. Como sabemos a plataforma ainda não lançou no Brasil, mas isso não quer dizer que você não possa assistir Sophie Turner lutar, mais uma vez, para sobreviver.

Um fato um pouco confuso, mas real, mesmo não tendo lançado oficialmente em outras partes do mundo, somente nos Estados Unidos, você consegue sim baixar o aplicativo do Quibi em qualquer lugar, basta você acessar o link no site e baixar. Será necessário criar uma conta e colocar dados de pagamento, mas não se desespere, os primeiros três meses do Quibi são gratuitos! Vale lembrar também que não existe áudio ou legenda em Português ainda, somente Inglês e Espanhol.

Dúvidas sobre Quibi ou Survive? Fique a vontade para nos perguntar na DM de nosso Twitter ou na direct do nosso Instagram!


13.04

Sophie Turner não é uma estranha quando se trata de interpretar sobreviventes. Em Game of Thrones, Sansa Stark sofreu anos de trauma, perda e agressão para sair do outro lado como uma rainha, literalmente. E em X-Men, Jean Grey de Turner, encerra sua própria escuridão, para finalmente abraçar o imenso poder que ela tem a oferecer.

Mas em seu último projeto, Survive, Turner interpreta uma jovem adulta que decididamente não quer continuar a viver. O filme, que lançou seus primeiros “capítulos” na plataforma de streaming Quibi em 6 de abril, começa com a personagem de Turner, Jane, morando em uma instalação tentando processar a dor do suicídio de seu pai. Ela também está lutando com a ideia suicida, planejando continuar com o ato em seu voo para casa. Antes que ela possa, o avião cai deixando Jane e apenas mais um passageiro, Paul (interpretado por Corey Hawkins) encalhado nas montanhas cheias de neve. Os episódios pequenos seguem o casal enquanto lutam fisicamente para se manterem vivos, enquanto Jane se pergunta se ela quer.

É um papel que Turner sabia que estava fora de sua zona de conforto físico: “Eu não tinha experiência em lutar contra lobos ou sobreviver nas montanhas” disse Turner a Marie Claire recentemente. Mas, ao mesmo tempo, a atriz revelou que sentia uma conexão e familiaridade com Jane, devido a suas lutas pessoais com a saúde mental.

Aqui, Turner compartilha mais sobre a personagem, o que ela ama nos filmes de sobrevivência e se ela prefere lutar na batalha mais brutal de Game of Thrones ou combater os elementos congelantes de Survive.

O que te atraiu para essa personagem? Você leu o livro de Alex Morel no qual o filme se baseia?
Eu simplesmente amei a descrição exata de uma doença mental. Eu amei o talento das pessoas com quem eu iria trabalhar. Adorei a nova plataforma inovadora na qual ela seria exibida. E eu amei o livro!

Foi diferente gravar um show no Quibi, sabendo que os “capítulos” têm apenas 10 minutos cada? Você estava se preparando como se estivesse gravando pequenas partes ou como se ainda estivesse gravando um filme?
Filmamos o programa como se fosse um filme e, depois da gravação, voltamos e analisamos nosso trabalho para ver o que precisava ser condensado/alongado para que uma história completa fosse contada em um episódio de dez minuto.

Você já era fã de outros filmes de acidentes de avião (como Castaway) ou programas de TV (como Lost)? Se sim, o que você levou desses programas para trazer para Survive?
Eu sempre amei filmes de sobrevivência, e sempre soube que queria fazer parte de um de alguma forma. Então, eu estava mais do que pronta para assinar um projeto como este. A única coisa que tirei de outros filmes e programas de sobrevivência foi apenas o nível de compromisso que as pessoas trouxeram para os projetos. Então eu sabia que queria fazer o máximo possível nos locais reais e me jogar nele.

Você foi muito sincera sobre sua própria saúde mental, desde uma luta contra a depressão até os benefícios da terapia. Você trouxe alguma coisa sobre a sua própria jornada para interpretar Jane? Ou alguma coisa sobre a jornada de Jane em Survive mudou sua compreensão de sua própria saúde mental?
Eu apenas tentei trazer o máximo de honestidade possível para a história de Jane sobre doenças mentais. Tendo passado por muitas coisas que Jane também passou, eu poderia editar o roteiro o quanto quisesse, com nosso diretor e escritor, para garantir que tudo parecesse o mais honesto possível.

Como você sobreviveu durante esse período de distanciamento social?
Eu sou introvertida, então não tenho feito muito diferente do normal!

Além de assistir Quibi, o que você gosta de fazer por 5 a 10 minutos?
Meditar, comer, brincar com meus cachorros.

Você prefere lutar na Batalha dos Bastardos e fugir dos dragões à la Game of Thrones ou escalar montanhas geladas e lidar com avalanches à la Survive?
Como Sophie, eu definitivamente preferia escalar montanhas geladas e lidar com avalanches. Batalha dos Bastardos – eu não teria chance.

Em quais casas de Game of Thrones Paul e Jane estariam?
Provavelmente Stark. Quem mais poderia sobreviver em condições tão geladas?

O capítulo final de Survive será lançado no Quibi em 17 de abril.

Entrevista: Marie Claire | Tradução: Equipe Sophie Turner Brasil

No final de “Please Remain Seated”, o terceiro episódio da nova série de Sophie Turner, Survive, a heroína Jane Salas (Turner) se vê no meio de um acidente de avião. Jane é cercada por vidro e pelos efeitos mais terríveis da gravidade – é horrível. Esse detalhe não é um spoiler, já que toda a campanha de marketing por trás de Survive – lançada na nova plataforma de streaming Quibi em 6 de abril – depende do fato de que Jane é forçada a sobreviver depois de ficar presa em uma montanha gelada e mortal com apenas um estranho chamado Paul (Corey Hawkins) para ajudá-la.

Embora o primeiro projeto de Turner, sucesso da TV do século XXI Game of Thrones, tenha jogado lobos gigantes, dragões e zumbis de gelo na atriz de 24 anos, ela ainda diz que as montanhas (físicas e mentais) de Survive eram muito mais complicadas de escalar.

A indicada ao Emmy começou a filmar GOT em 2009, quando tinha apenas 13 anos. Começar no Quibi com sua própria série continua sendo mais assustador. “Na verdade, é muito mais assustador porque o mercado está muito mais competitivo agora”, disse Turner à Refinery29 em um e-mail antes da estreia do Survive. “Portanto, há uma enorme pressão para fazer algo diferente de tudo o que está sendo feito agora.”

Survive certamente não é como qualquer outra coisa no cenário de streaming. Primeiro, há a base técnica do drama, que estreia com três capítulos de 10 minutos ou menos. Quibi lançará um novo episódio da série todos os dias da semana até que a história esteja completa (Survive será encerrado na sexta-feira, 17 de abril). Depois, há o enredo real e extremamente delicado de Survive. Quando os telespectadores conhecem Jane, ela é uma paciente de um centro de saúde mental chamado Lifehouse, após uma tentativa de suicídio no ano anterior. Do lado de fora, Jane – que foi diagnosticada com TEPT e ideação suicida – melhorou sua saúde mental desde sua experiência de quase morte. Jane aparentemente está indo tão bem, que seus cuidadores aprovam sua libertação de Lifehouse.

Por dentro, no entanto, Jane está escondendo um plano para uma morte final por suicídio. Ela espera terminar sua vida em seu voo de volta para casa em Nova York (os primeiros episódios de Survive são abertos com um aviso de gatilho). “Mentalmente, eu conhecia esse espaço,” Turner, que compartilhou sua própria história com a ideia de suicídio em abril de 2019, explicou sobre seu processo para entrar na dolorosa mentalidade de Jane. “Tudo o que eu precisava fazer era pesquisar mais especificamente para aprimorar as especificidades da doença mental de Jane.”

Confira o trailer oficial de Survive.

O maior desafio surgiu quando Tuner deixou o terreno familiar como uma cabine de avião montada, para filmar nas montanhas enormes que Jane precisa atravessar para se manter viva. “Fisicamente, eu realmente não me preparei, o que foi um grande erro quando estávamos nas montanhas!” Brincou Turner. Se você acha que abrir caminho durante as filmagens noturnas do infame episódio “The Long Night” de GOT deu a Turner uma ajuda para o vento e a neve de Survive, você está errado.

“Eu sei que as filmagens noturnas da Batalha de Winterfell foram muito mais brutais para filmar para a equipe e o elenco” ela começou. “Mas, considerando que eu só tive três gravações noturnas para o episódio, eu diria que, em um nível pessoal, as cenas nas montanhas de Survive foram mais brutais [para mim].”

Ainda assim, Turner está feliz com o trabalho que produziu, incluindo aventuras ao ar livre intimidadoras. “Espero que as pessoas tirem de Survive que aquelas montanhas figurativas que você sente que precisa subir quando se trata de doenças mentais sejam administráveis” disse ela. “Você só precisa começar a subida e obter a ajuda necessária.”

Esse conselho parece particularmente adequado para o momento em que Survive entra no mundo. A pandemia do COVID-19 tornou ainda mais trágica uma era de notícias já sombria. A doença também está levando as pessoas para suas casas para o bem da sociedade – mas deixando muitas se sentindo mais sozinhas do que nunca no processo. A ideia de assistir alguém lutar em uma situação possivelmente fatal e definitivamente isolada pode não atrair imediatamente alguns espectadores neste clima atual. No entanto, Turner pede que os fãs se lembrem de que Survive pode ser exatamente o que os fará se sentir menos solitários.

“As pessoas precisam desse programa agora, especificamente porque não apenas fornece um escapismo para elas, mas também é incrivelmente relevante para a situação delas no momento” Turner disse. “Esse isolamento – a luta contra um monstro invisível.”

Matéria: Refinery 29 | Tradução: Sophie Turner Brasil

Confira imagens de Survive na galeria do STBR!




Sophie Belinda Jonas (nascida Turner, Northampton, 21 de fevereiro de 1996) é uma atriz britânica, mais conhecida por seus papéis como Sansa Stark na série de televisão Game of Thrones da HBO e como a jovem Jean Grey na franquia X-Men.

Nome: Sophie Turner Brasil
Webmiss: Beatriz Frazão
Desde: 26.09.15
Design: Nana Design
Codificação: Uni Design
Visitas:
Online:
Hospedagem: Flaunt