No final de “Please Remain Seated”, o terceiro episódio da nova série de Sophie Turner, Survive, a heroína Jane Salas (Turner) se vê no meio de um acidente de avião. Jane é cercada por vidro e pelos efeitos mais terríveis da gravidade – é horrível. Esse detalhe não é um spoiler, já que toda a campanha de marketing por trás de Survive – lançada na nova plataforma de streaming Quibi em 6 de abril – depende do fato de que Jane é forçada a sobreviver depois de ficar presa em uma montanha gelada e mortal com apenas um estranho chamado Paul (Corey Hawkins) para ajudá-la.

Embora o primeiro projeto de Turner, sucesso da TV do século XXI Game of Thrones, tenha jogado lobos gigantes, dragões e zumbis de gelo na atriz de 24 anos, ela ainda diz que as montanhas (físicas e mentais) de Survive eram muito mais complicadas de escalar.

A indicada ao Emmy começou a filmar GOT em 2009, quando tinha apenas 13 anos. Começar no Quibi com sua própria série continua sendo mais assustador. “Na verdade, é muito mais assustador porque o mercado está muito mais competitivo agora”, disse Turner à Refinery29 em um e-mail antes da estreia do Survive. “Portanto, há uma enorme pressão para fazer algo diferente de tudo o que está sendo feito agora.”

Survive certamente não é como qualquer outra coisa no cenário de streaming. Primeiro, há a base técnica do drama, que estreia com três capítulos de 10 minutos ou menos. Quibi lançará um novo episódio da série todos os dias da semana até que a história esteja completa (Survive será encerrado na sexta-feira, 17 de abril). Depois, há o enredo real e extremamente delicado de Survive. Quando os telespectadores conhecem Jane, ela é uma paciente de um centro de saúde mental chamado Lifehouse, após uma tentativa de suicídio no ano anterior. Do lado de fora, Jane – que foi diagnosticada com TEPT e ideação suicida – melhorou sua saúde mental desde sua experiência de quase morte. Jane aparentemente está indo tão bem, que seus cuidadores aprovam sua libertação de Lifehouse.

Por dentro, no entanto, Jane está escondendo um plano para uma morte final por suicídio. Ela espera terminar sua vida em seu voo de volta para casa em Nova York (os primeiros episódios de Survive são abertos com um aviso de gatilho). “Mentalmente, eu conhecia esse espaço,” Turner, que compartilhou sua própria história com a ideia de suicídio em abril de 2019, explicou sobre seu processo para entrar na dolorosa mentalidade de Jane. “Tudo o que eu precisava fazer era pesquisar mais especificamente para aprimorar as especificidades da doença mental de Jane.”

Confira o trailer oficial de Survive.

O maior desafio surgiu quando Tuner deixou o terreno familiar como uma cabine de avião montada, para filmar nas montanhas enormes que Jane precisa atravessar para se manter viva. “Fisicamente, eu realmente não me preparei, o que foi um grande erro quando estávamos nas montanhas!” Brincou Turner. Se você acha que abrir caminho durante as filmagens noturnas do infame episódio “The Long Night” de GOT deu a Turner uma ajuda para o vento e a neve de Survive, você está errado.

“Eu sei que as filmagens noturnas da Batalha de Winterfell foram muito mais brutais para filmar para a equipe e o elenco” ela começou. “Mas, considerando que eu só tive três gravações noturnas para o episódio, eu diria que, em um nível pessoal, as cenas nas montanhas de Survive foram mais brutais [para mim].”

Ainda assim, Turner está feliz com o trabalho que produziu, incluindo aventuras ao ar livre intimidadoras. “Espero que as pessoas tirem de Survive que aquelas montanhas figurativas que você sente que precisa subir quando se trata de doenças mentais sejam administráveis” disse ela. “Você só precisa começar a subida e obter a ajuda necessária.”

Esse conselho parece particularmente adequado para o momento em que Survive entra no mundo. A pandemia do COVID-19 tornou ainda mais trágica uma era de notícias já sombria. A doença também está levando as pessoas para suas casas para o bem da sociedade – mas deixando muitas se sentindo mais sozinhas do que nunca no processo. A ideia de assistir alguém lutar em uma situação possivelmente fatal e definitivamente isolada pode não atrair imediatamente alguns espectadores neste clima atual. No entanto, Turner pede que os fãs se lembrem de que Survive pode ser exatamente o que os fará se sentir menos solitários.

“As pessoas precisam desse programa agora, especificamente porque não apenas fornece um escapismo para elas, mas também é incrivelmente relevante para a situação delas no momento” Turner disse. “Esse isolamento – a luta contra um monstro invisível.”

Matéria: Refinery 29 | Tradução: Sophie Turner Brasil

Confira imagens de Survive na galeria do STBR!



Sophie Belinda Jonas (nascida Turner, Northampton, 21 de fevereiro de 1996) é uma atriz britânica, mais conhecida por seus papéis como Sansa Stark na série de televisão Game of Thrones da HBO e como a jovem Jean Grey na franquia X-Men.

📲| Sophie Turner via Instagram Stories. pic.twitter.com/tZPFMURqHY

About 3 hours ago from Sophie Turner Brasil's Twitter via TweetDeck

Nome: Sophie Turner Brasil
Webmiss: Beatriz Frazão
Desde: 26.09.15
Design: Nana Design
Codificação: Uni Design
Visitas:
Online:
Hospedagem: Flaunt

%d bloggers like this: