03.05

Foram divulgadas imagens do ensaio fotográfico da Sophie para o portal Just Jared e uma entrevista exclusiva já traduzida. Confira as fotos abaixo seguido da matéria:

-IKnPlo7Qjg.jpg 1eI1XSDL0qs.jpg VMsbuMAInTE.jpg 1eI1XSDL0qs.jpg

  • ENSAIOS FOTOGRÁFICOS E PORTRAITS – PHOTOSHOOTS AND PORTRAITS > 2016 > JUST JARED

Sophie Turner acumulou bastantes seguidores desde que aceitou representar Sansa Stark em Game of Thrones em 2011. Além de um conjunto de sites celebrando sua imagem, fãs já até criaram a hashtag “#TeamSansa” que vira tendência no Twitter e é dedicada a torcer por sua amada personagem de cabelos vermelhos. Mas, fazer parte de uma das séries mais populares na televisão atual certamente não subiu à cabeça de Turner. A atriz de 20 anos ainda está tão confusa quanto o resto de nós pela mais famosa fantasia e drama. Na verdade, se você tenta arrancar informações sobre o que esperar na atual temporada de GOT, Turner diz que, honestamente, não sabe. Uma vez que ela gosta de assistir a série como uma fã, ela vai para as filmagens a cada dia tendo lido apenas seu próprio roteiro.

O mundo de fantasia é algo que intriga a atriz britânica desde que ela se lembra. Tendo crescido no Reino Unido, Turner se lembra de ser parte de uma companhia de teatro e aparecer numa variedade de peças desde que tinha três anos de idade. Obviamente, ela brinca, não eram produções tão glamorosas. Durante nossa sincera conversa com a estrela, ela riu do fato de que seu papel de estreia foi interpretar “Pedestre nº3” numa adaptação bastante desorganizada de James and the Giant Peach (James e o Pêssego Gigante). O papel que levou à descoberta de Turner veio anos depois, quando sua professora de teatro a encorajou a fazer a audição para o papel de Sansa Stark. Depois de pintar seus cachos loiros de vermelho e provar ser uma mulher nobre e resiliente, ela chamou a atenção da diretora Isabel Coixet e conseguiu o papel principal no suspense de 2013, Another Me (Meu Outro Eu). Ela também estrelou ao lado de Hailee Steinfeld em Barely Lethal (Escola de Espiões).

O próximo passo de Turner é sua representação da jovem Jean Grey em X-Men: Apocalipse, no qual ela estrela ao lado de um elenco formado por Jennifer Lawrence, Olivia Munn, Nicholas Hoult e Michael Fassbender. Apesar de ter se inspirado em Famke Janssen para o papel, Turner explica que esta versão da Grey é “totalmente diferente.” Após conversar com a estrela sobre as palhaçadas que aconteceram no set de filmagens, parece que o elenco desenvolveu uma química mais que suficiente para fazer justiça ao filme. Turner dá um largo sorriso ao lembrar-se dos trajes malucos dos anos 80 que sua personagem orgulhosamente usou no filme – muitos jeans com lavagem desbotada e ombreiras. E durante nossa sessão de fotos Spotlight, ela também revelou que ficar brincando no set de com seus colegas de algum modo levou JLaw a dar um murro em suas partes íntimas.

Nós nos reunimos com a atriz para discutir tudo, desde o que está por vir para Sansa enquanto mergulhamos fundo na sexta temporada de Game of Thrones – até a razão de ela desesperadamente querer trabalhar numa papelaria, aquela vez que os joelhos dela cederam na frente de Justin Bieber,e por que a primeira coisa que ela fará depois que sua personagem em GOT for morta é ir à praia para pegar um bronzeado muito atrasado.

Just Jared: A sexta temporada de Game of Thrones acabou de estrear. O que está prestes a acontecer nela?

Sophie Turner: Eu não li o roteiro de mais ninguém, só sei a minha parte. Não porque sou preguiçosa, mas porque queria assistir como uma fã para que eu consiga te provocar só com as minhas partes. Para Sansa, essa temporada é muito importante. É basicamente uma virada de jogo para ela porque ela vai de desde ser um peão no jogo dos outros até ficar realmente no comando. Ao invés de ficar sendo mandada para lá e para cá por diferentes pessoas e sendo uma prisioneira, ela é a que fala para as pessoas, “Venha comigo. Vou te levar a um lugar. Estou assumindo o comando.” E ela meio que tenta conseguir sua própria vingança.

JJ: Você acredita que a série já está na sexta temporada? Nesse ponto, você se lembra da vida antes de GOT?

ST: Eu não me lembro da vida antes de Game of Thrones. Bem, eu meio que lembro, mas porque eu comecei quando tinha 13 anos, todos os meus anos de desenvolvimento foram no set de filmagens de Game of Thrones. Eu me lembro de alguns pedaços, mas parece que passou voando. Realmente parece. Eu sinto como se devêssemos ainda estar na terceira temporada, para ser honesta, e eu ainda me sinto como se tivesse 15 anos de idade.

JJ: Qual a beleza em poder representar a mesma personagem por um tempo tão longo?

ST: Ai, meu Deus, é maravilhoso. Você sonha sobre ser capaz de ter um enredo que cobre horas e horas e horas, mas na realidade, metade das pessoas que estão atuando esses dias conseguem uma hora e meia para representar um enredo enorme. E não é o suficiente. Quando as pessoas me perguntam, “Quem é Sansa?” Eu não consigo realmente lhes dizer, porque ela já chegou tão longe desde onde estava e teve um enredo insano. É maravilhoso. E também estou animada para ver onde isso vai dar, porque em alguns anos ela vai ser uma pessoa totalmente diferente de como ela é agora.

JJ: O que você iria querer para ela, no final das contas?

ST: Quero que ela consiga vingança. Que ela vingue a morte de sua família e tudo mais. Mas eu também que ela morra no final porque quero uma cena de morte grandiosa. Quero que ela morra e que Mindinho termine no trono. Não ligo muito para mais ninguém.

JJ: Como ela morreria?

ST: Algo que irá durar um bom episódio, como envenenamento, dá para fazer isso demorar. Uma morte longa e demorada.

JJ: O quão malucos os fãs de GoT são?

ST: É bem louco. Eu nunca consigo ver isso muito, só quando estou na Comic-Con ou algo onde você consegue aquela reação imediata dos fãs. Mas, caso contrário, você não sente os efeitos a não ser que esteja no Twitter e veja todas as respostas para cada episódio. Mas eu tendo a não olhar muito porque sempre tem críticas no meio delas, então eu não olho. E especialmente na Inglaterra, as pessoas não são muito apaixonadas por GOT. Eu nunca tenho encontros malucos com fãs a não ser que seja na Comic-Con. Na Inglaterra não tem letreiros para GOT nem qualquer outra coisa. Pode ser que tenha uma propaganda no metrô, mas é só isso. Então é uma situação completamente diferente quando se está aqui, eu acho.

JJ: Qual foi sua experiência mais louca na Comic-Con?

ST: Pessoas vestidas como você é sempre uma coisa esquisita. Ou às vezes tem uma pessoa estranha que acredita mesmo que você é seu personagem. Já aconteceu comigo e eu digo, “Não. Não. Não. Chame-me de Sophie. Tá tudo bem.” E eles dizem, “Não, minha senhora. Não posso!” E é realmente esquisito. Mas algumas pessoas acham difícil separar as duas coisas.

JJ: Você já teve uma conversa plena com essas pessoas dentro do personagem?

ST: Claro que não. Se eu tivesse uma conversa inteira com alguém dentro da personagem, eu iria apenas chorar o tempo todo.

JJ: As pessoas adoram que sua família adotou um dos lobos do set de filmagens. O que faz dele um ótimo animal de estimação?

ST: O que faz dela uma ótima animal de estimação é que ela não requer muitos passeios. Na verdade, ela tem artrite, então ela só fica sentada nas suas pernas o dia inteiro, o que é bem fofo. Mas ela está na casa dos meus pais agora porque eu me mudei e meu apartamento não aceita animais, é muito triste. Mas ela é boa. Também está bastante velha agora. Está envelhecendo um pouco.

JJ: Tem mais alguma coisa do set de filmagens que você levou para casa?

ST: Não. Eu tentei roubar um anel uma vez, e aí eles pediram de volta e eu só disse, “Ahh, desculpa.” Mas eu vou pegar no final. Vou roubar alguma coisa.

JJ: O que você acha que vai pegar?

ST: Eu não sei, porque não tem nada que tenha ficado comigo por muito tempo na série. Alguns têm suas espadas. Acho que meu espartilho. É a única coisa que não mudou. Ou talvez eu leve a tinta de cabelo. Vou continuar pintando meu cabelo daquela cor e fingir que sou a Sansa pelo resto da minha vida.

JJ: Estamos muito animados para X-Men: Apocalipse. O que podemos esperar de você como Jean Grey?

ST: Basicamente, a Jean Grey que você viu nos três primeiros filmes é totalmente diferente da que você vai ver nesse. Porque nos três primeiros ela é um ser humano completamente desenvolvido. Ela é resolvida e tem um noivo, é uma das melhores em seu trabalho. Ela meio que tem controle de seus super poderes até os acontecimentos da Fênix Negra. A nova Jean é bastante vulnerável e afastada porque ela é tão poderosa que não consegue controlar seus poderes. Ela quase se afasta de si mesma também porque ela tem medo dela mesma e só quer ser uma adolescente normal. Então esse filme é sobre ela encontrando alguém que se sente como ela e também aceitando seus poderes e descobrindo como usá-los.

JJ: Você era fã de franquia X-Men antes de entrar nesse mundo?

ST: Sim. Eu era uma grande fã. Assisti a todos os filmes. Também li alguns dos quadrinhos quando era mais nova. E o elenco é um grande atrativo. Pessoas matariam para trabalhar com aquele elenco. E Bryan [Singer], que eu acho maravilhoso. Eu assisti a The Usual Suspects (Os Suspeitos) alguns anos atrás e pensei, “Quem é esse diretor? Ele é ótimo.” E então eu descobri que ele fez todos os X-Men e pensei “Uau. Incrível!” Eu preciso participar.

JJ: Você se inspirou na atuação da Famke Janssen? Você conseguiu conversar com ela?

ST: Eu estudei a atuação dela e mandei um email quando consegui o papel, basicamente pedindo algumas dicas e conselhos e também só para ter certeza que estava tudo bem com o fato que eu estava interpretando sua versão mais nova. E ela basicamente respondeu com sua bênção para eu interpretar a Jean. Ela não tinha nenhuma dica. Ela só disse, “Conheça o personagem.” Então eu estudei os filmes e pesquisei o resto na Wikipédia. E aí eu a encontrei. Mas ela é tão diferente da Jean que Famke representa que é quase um ser humano totalmente diferente.

JJ: Como é o vestuário?

ST: Nós temos jeans, roupas do dia-a-dia padrão dos anos 80, que são ombreiras e jeans com lavagem desbotada e todas as coisas legais dos anos 80 que estou grata que não usamos mais. Na verdade, é bem legal. Eu gosto. E o cabelo alto. E as coisas de super-herói são os clássicos feitos de elastano, que são menos atraentes de usar. Mas quando você veste, você se sente bem legal.

JJ: Você se divertiu no set de filmagens com Jennifer Lawrence? Parece que vocês duas ficaram próximas.

ST: Jen e eu tivemos algumas cenas juntas. Ela é definitivamente uma grande inspiração para trabalhar e ela é do jeito que você iria querer que Jennifer Lawrence fosse. Ela é exatamente a mesma pessoa que você vê em entrevistas. E foi maravilhosa. Ela é muito divertida, muito legal. Hilária!

JJ: Ela parece ser bastante divertida.

ST: Sim! Ela me socou na vagina uma vez. Eu não a pedi. Apenas aconteceu. Evan [Peters] e eu estávamos brigando de mentira e eu disse algo como, “Eu vou socar sua vagina” ou “Eu vou te socar na virilha” e então Jen achou que eu tivesse dito, “Por favor, soca minha vagina, Jen.” Aí ela me socou na vagina e eu disse “Irado.” Foi bem engraçado.

JJ: Isso foi durante uma cena ou entre gravações?

ST: Foi entre gravações. Ela definitivamente não teria feito aquilo se estivéssemos filmando!

JJ: Você teve que aprender tiro com arco para o papel. Alguma história engraçada?

ST: Eu aprendi por uns três segundos. E eu só tive que atirar a flecha para fora da tela. Não tive que acertar o alvo nem nada. Foi mais sobre o formato, não sobre acertar o alvo porque eu não era boa naquilo.

JJ: Então numa escala de 1-10, quão boa arqueira você era?

ST: Provavelmente um 2. Magia dos filmes!

JJ: Você começou a atuar em peças com três anos de idade. Qual sua memória mais antiga de trabalhar como atriz?

ST: Eu não estava trabalhando de verdade. Era um teatro juvenil. Nenhum de nós estava ganhando dinheiro. Minha memória mais antiga? Eu interpretei pedestre nº 3 em James e o Pêssego Gigante. Eu só lembro que tínhamos que usar uma voz esquisita. E me lembro de fazer isso e conseguir meus dois segundos de fama e sair do palco e pensei, “Ahh. Eu arrasei!”

JJ: Você ganhou flores depois?

ST: Não, não ganhei flores. Eu acho que meus pais nem foram me ver porque eles pensaram, “Ela é só a pedestre nº 3.”

JJ: É verdade que você é alérgica a cavalos?

ST: É sim.

JJ: Já teve algum mico interessante perto deles?

ST: Nenhum interessante. Meu rosto fica um pouco inchado e enfiam vaselina no meu nariz. E eu fico muito grogue porque me dão vários remédios anti-histamínicos que me deixam desse jeito. Era mais como só eu dormindo em cavalos com o rosto inchado.

JJ: Isso é algo que você tem que colocar no seu currículo de atriz ou o seu diz, “Totalmente de boa com cavalos?”

ST: Você sabe que currículos de atores sempre mentem, então eu coloco, “Todos os meus talentos especiais são andar a cavalo, ginástica, e claro que consigo esquiar e surfar.”

JJ: Qual a coisa mais falsa que você já colocou no seu currículo?

ST: Sempre tem uma coisa altamente qualificada. Eu acho que foi esquiar – altamente qualificada em esquiar. Eu esquiei uma vez e eu era iniciante. Colocaram-me numa aula mediana e me rebaixaram para iniciante porque eu era muito ruim! Tão altamente qualificada.

JJ: Você já foi num teste de esquiar?

ST: Não. Graças a Deus! Mas escute, eu poderia ter sido Eddie the Eagle (Voando Alto)! Assim a coisa de esquiar seria muito mais útil.

JJ: Amamos que você desenrolou uma selfie com o Ryan Gosling no fundo no Critic’s Choice. Ele viu?

ST: Não faço ideia. Estou torcendo que não porque eu não quero ter que trabalhar com ele e ele saber que eu fiz aquilo. Não quero conhecê-lo e ter essa estranheza. Eu me arrependo daquela foto agora!

JJ: De quem mais você é fã?

ST: Todo mundo! Eu não fico normal se conheço celebridades. A quantidade de vezes que eu tive um colapso na frente de celebridades porque eu estava tão admirada por eles é ridículo. Ou eu disse coisas estúpidas. Então, todo mundo!

JJ: Tem alguma pessoa que você perdeu a noção na frente?

ST: Justin Bieber. Quer dizer, eu nem conheci ele; Estava no mesmo ambiente que ele. Estava em um círculo de pessoas e o vi. Eu tive um colapso e me segurei na minha amiga e eu estava tremendo, dizendo, “É o Justin.” E então ele foi embora. Na próxima vez ele vai dizer “Quem é aquela aberração? É a que teve um colapso!”

JJ: Você é loira natural. Sente falta da cor natural do seu cabelo ou vai ficar com o cabelo da Sansa para sempre?

ST: Mesmo se eu quisesse voltar, não é uma opção enquanto estou na série. Mas tudo bem. Eu acho que tem mais atrizes loiras por aí que ruivas, e é tudo sobre competição!

JJ: Uma coisa que você não fez com sua aparência que você amaria fazer, mas ainda não teve chance?

ST: Adoraria poder me bronzear. Eu conseguia me bronzear facilmente, mas então para o Game of Thrones, eles disseram, “Não saia no sol. Não saia nos feriados. E se sair, fique embaixo de um guarda-chuva.” Adoraria um bronzeado. Seria divertido.

JJ: Você tem um calendário bem ocupado. É difícil achar tempo para os amigos e namorar?

ST: Acho que é menos sobre eu achar tempo para namorar e mais sobre pessoas estarem interessadas de verdade. Pelos amigos, sempre que eu tenho tempo livre, eu os visito. Todos estão em universidades ao redor do Reino Unido e eu os visito em todas. Eu nunca fico na minha, então eu estou rodando o país todo visitando meus amigos. Mas eu tenho um tempo razoável. Não tanto quanto eu gostaria, mas é divertido. Sair e festejar. Viver a vida universitária sem o trabalho duro.

JJ: Você namoraria um fã?

ST: Depende de quão fã eles são. Sim. Talvez. Depende da pessoa. Com fã você quer dizer só uma pessoa normal ou um fã mesmo? Eu namoraria pessoas normais. Eles são sempre mais normais.

JJ: Então não para o cara que achou que você era sua personagem na vida real?

ST: Não. Não esse tipo de fã. É muito complicado. Fãs bizarros não!

JJ: Se não estivesse atuando, no que você trabalharia?

ST: Já ouviu falar da loja WH Smith? É uma papelaria na Inglaterra onde eu sempre quis trabalhar porque amo papelarias. E Starbucks. Também gostaria bastante de trabalhar na Starbucks. Acho que seria bem divertido. Acho que você teria uma boa camaradagem com seus colegas e conseguiria café grátis. Meus amigos e eu costumávamos ir ao WH Smith e sentar na seção de papelaria por horas e acabávamos indo para a seção dos livros. Sabe todos aqueles livros que dizem “Papai Por Que Você Fez Isso?” Nós sentávamos e ficávamos lendo eles por horas e horas e chorávamos e apenas íamos embora.

JJ: Quais são as coisas que você leva com você no seu trailer no set de filmagens?

ST: Só atitude positiva (risadas)! Um aquecedor porque está sempre frio. Não tenho muitos pedidos.

JJ: Você tem superstições?

ST: Não consigo passar por cima de bueiros. Não sei por quê. Não consigo. Não é medo de cair neles, é só passar por cima, não consigo. E se você passar por cima de um, você tem que dizer “cebolas” e é a única coisa que reverte a maldição. Alguém me disse isso ano atrás e fui atormentada pelo medo de bueiros pelo resto da minha vida.

JJ: Qual suas férias favoritas das que você já teve?

ST: Fui para um festival na Croácia chamado Outlook com dez dos meus melhores amigos. É basicamente um festival de música que vai de 12 da noite até 6 da manhã. Então vocês acordam às 9 porque está muito quente e estão em cabanas e só caminha 5 segundos até a praia. Então você basicamente se recupera da ressaca deitada numa boia no mar. É maravilhoso.

JJ: Qual sua refeição favorita?

ST: Espaguete. Qualquer coisa com espaguete. Espaguete com qualquer coisa.

JJ: Quem é seu ícone de estilo?

ST: Não sigo muito o estilo dela porque não ia cair bem em mim, mas eu amo a Zoë Kravitz.

JJ: Última série que você fez maratona?

ST: It’s Always Sunny In Philadelphia.

JJ: Roupa favorita para tapete vermelho que você já usou?

ST: A do SAG Awards desse ano. Era um vestido preto da Carolina Herrera.

JJ: Maior mico no tapete vermelho?

ST: Qualquer coisa antes de 19 anos de idade.

JJ: Acessório favorito?

ST: Meu boné de polo da Ralph Lauren. São muito legais na Inglaterra, mas acho que as pessoas não usam aqui.

JJ: O que sempre tem na sua bolsa?

ST: Absorventes, para me prevenir.

JJ: Conta favorita do Instagram que você segue?

ST: Já ouviu falar do Fuck Jerry? É como o Fat Jewish.

JJ: Coisa favorita do seu armário?

ST: Essa jaqueta Acne. É uma jaqueta Acne cáqui.

JJ: Você tem tatuagens?

ST: Sim, aqui (aponta para o lado interno do dedo). É uma conta de 5 para minha família de 5 pessoas. Eu fiz quando estava com saudade deles no Canadá. Foi no meu aniversário e era eu e mais uma pessoa. Éramos as únicas lá. E eu disse, “Estou no meu aniversário e acordei e meus pais não estavam aqui e minha família não está aqui” então eu fiz essa. Sou muito próxima deles. Está desbotada em algumas partes então retoquei. Vai se apagando facilmente então eu tento ficar com meus dedos assim (abre bem a mão).

JJ: Se você fizesse outra, o que seria?

ST: Do Game of Thrones – alguns de nós – eu, Kit [Harrington], Emilia [Clarke], Maisie [Williams], estávamos pensando em fazer o O com as três linhas da logomarca. Pensamos em fazer no dedo mindinho. Então eu quero essa ou estou pensando em fazer uma carinha sorridente embaixo do meu dedão porque achei que seria engraçado. Desbotaria bem rápido e seria sem sentido. Seriam 60 libras gastadas sem sentido. Ou eu faria as iniciais da minha amiga Maddie. Nós íamos fazer as iniciais uma da outra, mas as dela são MS então achei que não era inteligente – tipo esclerose múltipla. Achei que ia pegar mal se as pessoas vissem.

JJ: E se essa amizade acabasse mal, você teria que transformar a tatuagem numa carpa ou algo assim.

ST: Sim, exatamente. Mas relacionamentos são temporários, amizades são para sempre! A não ser que durmam com seu namorado (risadas)!



Sophie Belinda Jonas (nascida Turner, Northampton, 21 de fevereiro de 1996) é uma atriz britânica, mais conhecida por seus papéis como Sansa Stark na série de televisão Game of Thrones da HBO e como a jovem Jean Grey na franquia X-Men.

Pois é gente, não tem pano pra passar… E concordamos com muitos pensamentos, só esperemos um pronunciamento a respeito do assunto, porém tem certos comentários que estão passando do limite com as ofensas.

About 2 days ago from Sophie Turner Brasil's Twitter via Twitter for iPhone

Nome: Sophie Turner Brasil
Webmiss: Beatriz Frazão
Desde: 26.09.15
Design: Nana Design
Codificação: Uni Design
Visitas:
Online:
Hospedagem: Flaunt

%d bloggers like this: